PSICOLOGIA

Psicologia é a ciência que estuda o comportamento e as funções mentais. Tem como objetivo imediato a compreensão de grupos e indivíduos tanto pelo estabelecimento de princípios universais como pelo estudo de casos específicos, e tem, segundo alguns, como objetivo final o beneficio geral da sociedade.
O psicólogo estuda os fenômenos psíquicos e do comportamento do ser humano por intermédio da análise de suas emoções, suas ideias e seus valores. Ele diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente e procura ajudá-lo a identificar as causas dos problemas, conflitos, sofrimento psíquico e a rever comportamentos inadequados.
A abordagem da Psicanálise auxilia o paciente a levantar questões sobre si mesmo e refletir sobre o próprio funcionamento psíquico, o que permite compreender as situações vivenciadas.
O objetivo da Psicanálise é proporcionar ao paciente o auto-conhecimento, o que leva a dissolução de seus conflitos internos e a elaboração de novos sentimentos.
O objeto primordial do trabalho em uma sessão de análise é o inconsciente; através de manifestações deste o psicoterapeuta auxilia o paciente a entrar em contato com conteúdos internos ainda desconhecidos e assim alcançar o objetivo de um processo terapêutico.
A abordagem da Terapia Cognitiva Comportamental baseia-se na hipótese de vulnerabilidade cognitiva do sujeito, como um modelo de transtorno emocional. Inicialmente, objetiva devolver ao paciente a flexibilidade cognitiva, através da intervenção sobre as suas cognições, a fim de promover mudanças nas emoções e comportamentos que os acompanham.
Ao longo do processo terapêutico, no entanto, atua diretamente sobre o sistema de esquemas e crenças do paciente a fim de promover sua reestruturação.
Em paralelo à reestruturação cognitiva, o terapeuta cognitivo utiliza ainda uma abordagem de resolução de problemas, reforço positivo e extinção de comportamentos indesejáveis.
Utilizamos esta abordagem para intervenções em crianças que tenham como diagnóstico Espectro Autista e Transtorno de Déficit Atenção Concentração e Hiperatividade.
  • Psicoterapia Psicanalítica
  • Terapia Comportamental Cognitiva
  • Terapia de Casal
  • Psicoterapia de Adultos
  • Psicoterapia de Adolescentes
  • Ludoterapia ou Terapia de Crianças
  • Orientação de Pais
  • Supervisão Psicanalítica
  • Grupos de Estudos em Psicanálise