O objetivo de uma avaliação neuropsicológica é avaliar de forma cuidadosa e abrangente e identificar pontos fortes e fracos em várias áreas. 

Algumas crianças encaminhadas para uma avaliação já podem ter um distúrbio de aprendizagem conhecido ou outro diagnóstico. Outras crianças podem ser encaminhadas devido a uma preocupação ou pergunta. Em ambos os casos, os resultados de uma avaliação neuropsicológica podem ajudar a esclarecer diagnósticos relacionados a uma variedade de preocupações psicológicas e de aprendizado e a desenvolver recomendações específicas para atender às necessidades de uma criança em casa e na escola. 

Os resultados e a conceituação diagnóstica de um problema – ou de várias áreas problemáticas – também podem ajudar os pais a entender melhor os pontos fortes e fracos de seus filhos e abordar preocupações relacionadas no ambiente doméstico. Embora um diagnóstico não seja absolutamente necessário, um diagnóstico é útil para receber todos os serviços e acomodações que ajudarão a criança a atingir seu potencial máximo dentro e fora da escola. 

Os diagnósticos são usados ​​para se comunicar entre e entre os provedores e para garantir que seu filho esteja recebendo todos os serviços possíveis para que eles possam atingir seu potencial máximo.

Se seu filho recebeu uma avaliação neuropsicológica no passado, uma avaliação atualizada também pode sugerir alterações no tratamento ou intervenção e / ou documentar alterações e desenvolvimento de habilidades ao longo do tempo.

A lista abaixo descreve algumas áreas de preocupação que podem levar ao encaminhamento para uma avaliação neuropsicológica:

  • Distúrbios de aprendizagem
  • Dislexia
  • Discalculia
  • Desatenção, hiperatividade, impulsividade
  • Deficiências do funcionamento executivo, como dificuldade em planejar e organizar
  • Déficit de velocidade do processamento
  • Distúrbios ou atrasos de linguagem
  • Alterações na memória
  • Déficits motores visuais-espaciais, visuais-motores
  • Deficiência intelectual
  • Transtorno do espectro do autismo
  • Epilepsia
  • Ansiedade
  • Humor deprimido
  • Dificuldades de comportamento em casa ou na escola
  • Déficits no aprendizado e no funcionamento secundários às condições neurológicas e / ou de nascimento (por exemplo, distúrbios convulsivos, epilepsia, lesão cerebral traumática, tumores cerebrais, hidrocefalia adquirida ou congênita, parto prematuro)
  • Altas Habilidade e Superdotação  – Dupla Excepcionalidade combinada com dificuldades de aprendizado ou outras áreas

O que acontece durante uma avaliação neuropsicológica?

Existem várias partes em uma avaliação abrangente. As especificidades podem variar de acordo com o motivo original de uma indicação ou solicitação de avaliação. Sempre verifique com um neuropsicólogo individual para perguntar o que estará envolvido na avaliação do seu filho.

A avaliação neuropsicológica

Após entrevista com os pais, é agendada as sessões com o paciente. As avaliações podem levar de 4 a 5 sessões dependendo de cada caso. A ultima sessão é chamada de Devolutiva aos Pais, aonde o neuropsicólogo entregará o laudo e conversará sobre o diagnóstico e os tratamentos.

Diferentes neuropsicólogos dividem os testes de maneiras diferentes – alguns profissionais preferem concluir os testes no menor número de dias possível. Outros tendem a trabalhar em períodos de três a quatro horas. Quando as sessões de teste são mais longas, geralmente há muitos intervalos.

Observação em sala de aula e consulta às escolas

Às vezes, uma observação na sala de aula é recomendada para visualizar o comportamento da criança na sala de aula. O neuropsicólogo pode procurar funcionar na sala de aula nas seguintes áreas: resposta comportamental a professores e colegas, interações sociais com colegas, capacidade de trabalhar de forma independente quando esperado, conformidade com as diretrizes para adultos, capacidade de manter a atenção nas tarefas e qualquer abstinência ou ansiedade na sala de aula.

Sessão de Devolutiva aos Pais ou Feedback

Os resultados da avaliação e as recomendações associadas serão analisados ​​durante a sessão de feedback com os pais e / ou responsáveis. 

Os resultados geralmente são compartilhados com uma fonte de referência (se não os pais) ou a escola, com o consentimento dos pais. Às vezes, a criança é incluída em parte da sessão de feedback, se apropriado, dada a idade e o nível de funcionamento da criança.

O que uma avaliação neuropsicológica pode testar?

Os componentes de uma avaliação neuropsicológica são determinados com base no motivo do encaminhamento ou na necessidade da avaliação, bem como se a criança recebeu ou não uma avaliação no passado recente por outro clínico. 

Em geral, uma avaliação neuropsicológica normalmente inclui avaliação do funcionamento intelectual (QI), desempenho acadêmico, atenção e funcionamento executivo e funcionamento emocional e comportamental. 

A avaliação também pode incluir uma avaliação mais profunda das habilidades visual-espaciais e perceptuais-visuais, coordenação visual-motora e motora fina, memória verbal e visual, aspectos da linguagem e funcionamento adaptativo.

Funcionamento Intelectual (QI)

O funcionamento intelectual refere-se à capacidade de um indivíduo de raciocinar e resolver problemas. Muitas vezes, é dividido em duas partes: habilidades de raciocínio verbal e não verbal. O raciocínio verbal é a capacidade de entender e usar as palavras (linguagem) na resolução de problemas verbais e / ou no pensamento de conceitos. Testes para raciocínio verbal geralmente envolvem a solução de quebra-cabeças verbais e o fornecimento de definições de palavras. O raciocínio não verbal é a capacidade de entender e analisar informações visuais. Os testes podem destacar a capacidade de um indivíduo para resolver quebra-cabeças visuais, completar padrões e usar blocos para recriar imagens de destino.

Existem também duas áreas subjacentes das habilidades cognitivas que apoiam o raciocínio verbal e não verbal: memória de trabalho e velocidade de processamento. Memória de trabalho é a capacidade de reter muitas informações na mente enquanto trabalha com elas. Um exemplo seria manter uma lista de compras em mente ou lembrar de direções complexas sem anotá-las. Velocidade de processamento é a velocidade na qual processamos informações e executamos tarefas automáticas. Quando as crianças processam as informações mais lentamente que seus colegas, pode levar mais tempo para entender novas informações e / ou concluir tarefas.

Conquista acadêmica

O desempenho acadêmico inclui a avaliação do cálculo e resolução de problemas de matemática, leitura básica e compreensão de leitura, composição e ortografia da escrita e habilidades de prontidão acadêmica que apoiam o aprendizado.

Atenção e Funcionamento Executivo

Atenção refere-se à capacidade de uma pessoa de se concentrar seletivamente em uma tarefa, ignorando os estímulos que distraem. A capacidade de um indivíduo de manter a atenção serve como uma linha de base para todos os processos de ordem superior, incluindo habilidades visuais-espaciais, memória e linguagem. O funcionamento executivo é a capacidade de planejar, alternar entre conjuntos de informações, inibir a impulsividade e auto-monitorar. Quando os psicólogos testam as habilidades de funcionamento executivo, estão avaliando um conjunto de processos cognitivos de nível superior que agem de maneira coordenada para indicar o uso de outras habilidades cognitivas primárias, como atenção, linguagem e percepção. As funções executivas são responsáveis ​​pela capacidade de uma pessoa de se envolver em um comportamento propositado, organizado, estratégico, auto-regulado e direcionado a objetivos, bem como em pensamentos criativos e abstratos.

Memória verbal e visual

A memória envolve vários processos, incluindo a capacidade de codificação (processamento mental de informações para que possam ser inseridas na memória), armazenamento (mantendo essas informações por um período de tempo) e recuperação (acesso ou recuperação de memórias armazenadas quando necessário) das informações. Memória visual refere-se à capacidade de armazenar e processar estímulos visuais, enquanto memória verbal refere-se à capacidade de armazenar e processar informações apresentadas verbalmente.

Processamento visual-espacial e visual-perceptual

O processamento visual-espacial refere-se às habilidades cognitivas visuais envolvidas no processamento e interpretação do significado da informação visual. Essa habilidade permite ao indivíduo desenvolver conceitos espaciais, bem como julgar a orientação de linhas e ângulos, localização, direcionalidade e relações dos objetos no espaço.

Coordenação Visual-Motora e Motora Fina

O processamento visual-motor refere-se ao grau em que os indivíduos podem integrar suas habilidades visuais e motoras. As habilidades motoras finas referem-se à coordenação de pequenos movimentos musculares, incluindo a capacidade do indivíduo de manipular com precisão pequenos objetos, como lápis, botões, tesouras, etc.

Linguagem (Receptivo, Expressivo, Pragmático)

Linguagem refere-se ao sistema humano de comunicação. A linguagem se divide em duas categorias: compreensão (receptiva) e produção (expressiva). Além disso, a linguagem pode ser examinada em vários níveis: forma (fonologia, sintaxe e morfologia), seu conteúdo ou significado (semântica) ou seu uso (pragmático). A fonologia é o aspecto da linguagem relacionado às regras que governam a estrutura, distribuição e sequenciamento dos sons da fala. A sintaxe descreve o sistema de regras que governa como as palavras são combinadas em unidades significativas maiores de frases, cláusulas e sentenças, enquanto a morfologia descreve o aspecto da linguagem que governa a estrutura das palavras e inclui inflexões gramaticais de palavras que são tensas. Semântica refere-se ao aspecto da linguagem que governa o significado das palavras e combinações de palavras,

Funcionamento Adaptativo (Comportamento)

O funcionamento adaptativo refere-se às habilidades necessárias para atender às demandas naturais e sociais do ambiente. O comportamento adaptativo inclui atividades diárias necessárias para cuidar de si mesmo e conviver com os outros. As expectativas para habilidades adaptativas dependem da idade da criança e podem incluir: habilidades de comunicação, habilidades da vida diária, socialização e a capacidade da criança de regular suas emoções e comportamentos.

O que devo levar para a avaliação do meu filho?

Se o seu filho precisar de aparelhos auditivos ou visuais, informe o médico e leve-os consigo para a avaliação. Também é útil fornecer ao clínico todas as avaliações anteriores (mesmo se concluídas em tenra idade), bem como registros escolares, incluindo avaliações, boletins e Programas de Educação Individual (PEI). Se seu filho toma medicação, é útil informar com antecedência e garantir que ele tome a medicação conforme prescrito no dia do teste.

O que acontece após a conclusão do teste?

Logo após a sessão de feedback, a família (e a criança, se solicitado pelos pais ou responsáveis) receberá um relatório detalhado descrevendo os resultados dos testes, bem como impressões de diagnóstico e recomendações associadas.

Os neuropsicólogos geralmente continuam trabalhando em colaboração com os pais e outros membros da equipe de tratamento de uma criança após a avaliação. Por exemplo, o neuropsicólogo pode compartilhar o relatório com os membros da equipe de tratamento e educação da criança e realizar consultas de acompanhamento para responder a quaisquer perguntas sobre os resultados ou o relatório. 

Além disso, alguns neuropsicólogos podem participar de reuniões escolares e / ou continuarem atendendo o paciente numa intervenção terapêutica.

Fonte: https://childadolescentpsych.cumc.columbia.edu/articles/what-neuropsychological-evaluation

Aqui no Instituto Inclusão Brasil, realizo Avaliação Neuropsicológica para crianças e adolescentes.

Marina S. R. Almeida

Consultora Ed. Inclusiva, Psicóloga Clínica e Escolar

Neuropsicóloga, Psicopedagoga e Pedagoga Especialista

Licenciada pelo Conselho Federal de Psicologia para atendimento de Psicoterapia on-line

CRP 06/41029

Agendamento para consultas presenciais em consultório:

INSTITUTO INCLUSÃO BRASIL

(13) 34663504

Whatsapp (13) 991773793

Jacob Emmerich, 365 sala 13 – Centro – São Vicente-SP

CEP 11310-071

marinaalmeida@institutoinclusaobrasil.com.br

www.institutoinclusaobrasil.com.br

Agendamento para consultas de psicoterapia on-line:

Psicóloga Marina Almeida

Licenciada pelo Conselho Federal de Psicologia para atendimento de Psicoterapia on-line

CRP 06/41029

Email: casa@casadosinsights.com.br

WhatsApp (11) 94940-0065

https://casadosinsights.com.br/